“Rei da Cocaína” é preso em JP e ministro comemora

O ministro da Justiça, Anderson Torres, comemorou a prisão de um dos criminosos mais procurados do mundo, Rocco Morabito, nesta segunda-feira (24), em João Pessoa, graças ao trabalho em conjunto da Polícia Federal com a Interpol. Ele é considero o “Rei da Cocaína”.

“Rocco Morabito tem envolvimento com uma das maiores organizações criminosas do globo – a Ndrangheta – e atuava no tráfico de drogas entre Brasil e Europa desde a década de 1990”, informou o ministro, que é delegado, no Twitter.

“Parabéns a @policiafederal pela execução do trabalho, perícia e inteligência empregada em mais essa operação bem sucedida!”, disse Anderson Torres. A prisão aconteceu no bairro de Tambaú, orla da Capital, em cumprimento a mandado de prisão expedido pelo Supremo Tribunal Federal. Ele estava em companhia de outro foragido italiano, cuja prisão para fins de extradição à Itália também será solicitada ao STF.

Desde o domingo (23), uma equipe de policiais italianos do Escritório Central da Interpol em Roma, que participou da investigação, e dos Carabinieri, deslocou-se ao Brasil ante a perspectiva de que a prisão fosse realizada.

Com base em informações passadas pela Interpol Brasília, Rocco foi preso no Uruguai em 2017, depois de 22 anos foragido, para fins de extradição à Itália. No entanto, em 23 de junho de 2019, ele fugiu da prisão no Uruguai e era considerado um dos três fugitivos mais procurados pela Itália desde então.

Rocco Morabito fugiu de uma prisão no Uruguai em 2019 e foi capturado nesta segunda, na Capital paraibana

Com informações da Polícia Federal

Leave a Reply

Your email address will not be published.