Bruno questiona “tom” da sentença e vai recorrer

O prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima (PSD), afirmou que vai recorrer da decisão do juiz plantonista Alex Muniz Barreto, da 1ª Vara de Fazenda Pública de Campina Grande, que, em tom duro, determinou que a Prefeitura siga o Decreto Estadual, com medidas mais restritivas no combate à Covid-19. Bruno questionou ainda o que taxou de viés político-ideológico, escolhido pelo magistrado na sentença e se disse confiante na Justiça.

“Confesso que recebi com surpresa a decisão do excelentíssimo juiz Alex Muniz. Por respeito ao Judiciário, decidi não tecer comentários quanto à linguagem, ou melhor, ao “excesso de linguagem” usado pelo magistrado, seja na sua decisão, seja nas redes sociais”, ressaltou Bruno, em postagem no Twitter.

Ele complementou: “Lamento, apenas, que os autos processuais sejam palco para manifestação de suas opiniões pessoais. Quanto ao teor jurídico, por si, não me surpreende/assusta. No estado de direito e até quando este perdurar, como todos sabem, está assegurado o direito ao recurso. Vamos recorrer!”.

Segue a nota, na íntegra:

“Confesso que recebi com surpresa a decisão do excelentíssimo juiz Alex Muniz. Por respeito ao Judiciário, decidi não tecer comentários quanto à linguagem, ou melhor, ao “excesso de linguagem” usado pelo magistrado, seja na sua decisão, seja nas redes sociais. Lamento, apenas, que os autos processuais sejam palco para manifestação de suas opiniões pessoais.

Quanto ao teor jurídico, por si, não me surpreende ou assusta. No estado de direito e até quando este perdurar, como todos sabem, está assegurado o direito ao recurso. Vamos recorrer. Vamos continuar o trabalho de combate à Covid e em defesa da vida que notabilizou Campina ao longo de 12 meses de pandemia.

Vamos continuar o trabalho para garantir a liberdade das pessoas da cidade. Liberdade de ir e vir, de cultuar a Deus, de trabalhar honestamente”.

Leave a Reply

Your email address will not be published.