Bayeux segue Estado em parte e não fecha igrejas

A prefeita de Bayeux, Luciene Andrade, decidiu adotar as medidas restritivas que constam no Decreto Estadual 41.053/2021 para combater o crescimento do número de casos da Covid-19, em toda a Paraíba. Mas, em um ponto, houve discordância: a suspensão de missas e cultos até o dia 10 de março. Igrejas e templos religiosos poderão funcionar com capacidade reduzida a 30% de seus lugares regulados, observando as medidas sanitárias.

O decreto foi publicado nesta quarta-feira (23). Mais cedo, no mesmo dia, a prefeita recebeu para uma reunião uma comissão de pastores do município sobre suspender ou não as atividades. “Pontuamos que seremos rigorosos com a fiscalização no tocante ao cumprimento das medidas determinadas, através do decreto. Neste sentido e reconhecendo a função social da Igreja, as convoquei para que pudesse defender e proteger a vida do povo bayeuense”, disse.

Luciene, em vídeo gravado nas redes socais onde apresenta o decreto municipal, se solidariza com os familiares das vítimas do novo coronavírus. “Quero dizer que, o nosso Decreto Municipal está rígido, porém, com medidas necessárias, para a segurança de todos, pensando na saúde de cada bayeuxense. Peço a colaboração de todos para que juntos possamos vencer essa batalha!”.

A Secretaria de Segurança, juntamente com a Polícia Militar, Vigilância Sanitária, Procon Municipal e a Guarda Municipal de Transito estarão fiscalizando, neste período de 15 dias, para que a população cumpra com as determinações do decreto estadual.

O que diz o decreto municipal:

  • A restrição de locomoção noturna, vedados a qualquer indivíduo a permanência e o trânsito em vias, locais e praças públicas, das 22h às 5h, de 24 de fevereiro até 10 de março do corrente ano;
  • Os serviços de transporte público funcionarão até as 22h, ficando os respectivos funcionários e colaboradores autorizados a realizarem o devido deslocamento para suas residências até as 23h.
  • Lojas e centros comerciais fecham às 17h;
  • Restaurantes, bares e assemelhados às 16h;
  • Supermercados, lanchonetes e lojas de conveniência às 21h, sendo vedada a venda e o consumo de bebidas alcoólicas nesses locais após às 16h;
  • Igrejas e Templos religiosos funcionarão com capacidade reduzida a 30% de seus lugares regulados, observando as medidas sanitárias;
  • As academias de ginástica deverão funcionar com 50% de sua capacidade, sendo vedadas, nestes espaços, as atividades coletivas;
  • As instituições privadas de ensino infantil permanecem com aulas presenciais e as de ensino médio e superior devem funcionar exclusivamente de forma remota, até o dia 10 de março.

Leave a Reply

Your email address will not be published.