Home dinheiro na cueca

Etiqueta: <span>dinheiro na cueca</span>

Artigo
Bolsonaro afasta vice-líder após flagra da PF

Bolsonaro afasta vice-líder após flagra da PF

O presidente Jair Bolsonaro pediu, nesta quinta-feira (15), o afastamento do senador Chico Rodrigues (DEM-RR) da função de vice-líder do governo no Senado. O parlamentar foi flagrado pela Polícia Federal, durante a Operação Desvid-19, com dinheiro na cueca.

Artigo

Prefeito João Bosco paga fiança de R$ 522 mil e sai

Acabou de atravessar os portões da Penitenciária de Segurança Média, o prefeito afastado de Uiraúna, João Bosco Nonato Fernandes (PSDB). Ele foi solto agora há pouco. O oficial de Justiça chegou com o alvará de soltura, expedido pelo Supremo Tribunal Federal, à penitenciária localizada no bairro de Mangabeira, às 19h50 desta noite.

Artigo

STF e PGR fecham o cerco a envolvidos na ‘Operação Pés de Barro’

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Celso de Mello, deferiu pedido da Procuradoria Geral da República para desmembrar o Inquérito nº 4800 em ação penal, dentro da 'Operação Pés de Barro', no qual foi oferecida denúncia contra o deputado federal paraibano Wilson Santiago (PTB, três assessores parlamentares, o prefeito afastado de Uiraúna, João Bosco Nonato Fernandes e o motorista Severino Batista dos Santos Neto, além do empresário George Barbosa, que teria entregue o esquema, através de delação premiada.

Artigo

Amigos fazem ‘cotinha’ para soltar prefeito preso. Quem vai?

Amigos e familiares do prefeito afastado de Uiraúna, João Bosco Nonato Fernandes, estão mobilizando uma 'cotinha', para pagar a fiança estipulada pelo Supremo Tribunal Federal, de R$ 522,5 mil. Prefeito interino, Segundo Santiago afirmou que o "pessoal está animado [com a soltura]". Santiago, que é sobrinho do deputado Wilson Santiago, também investigado na Operação Pés de Barro, disse que João Bosco tem cinco mandatos de prefeito na cidade, é uma liderança política e tem muitos amigos na cidade.

Artigo

Uiraúna: prefeito do dinheiro na cueca tem fiança de R$ 522,5 mil

Para quem foi flagrado com R$ 25 mil na cueca, R$ 522,5 mil não foi um problema. Esse foi o valor da fiança pago pelo prefeito afastado de Uiraúna, João Bosco Nonato Fernandes, estipulado pelo ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal, para a soltura do gestor, preso pela Polícia Federal em 21 de dezembro de 2019, dentro da Operação Pés de Barro. À época, também houve cumprimento de mandados de busca e apreensão em endereços do deputado federal Wilson Santiago (PTB), que ainda está sob investigação. Nonato ganhou festa e foguetão na volta à cidade.